Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Enfim, sós

Ela quase pediu para ele ficar. Mas não pediu.

Ele quase ficou. Por alguns segundos...quase. Não ficou.

Tiveram medo. De passarem por idiotas, bobos, apaixonados. Não estava tudo invertido, afinal? Era impressão ou eles estavam com medo de sentir? Era impressão ou o mundo estava completamente de cabeça para baixo? Era impressão? Onde estava o amor?

Dessa vez não havia gritos, lágrimas, brigas. Nem reconciliações. Dessa vez não havia dor, rancor, desilusões. Nem alegrias. Dessa vez não tinha começo de nada. Mas era o terrível, inevitável e sofrido fim de tudo.

Ela quis perguntar. Se não tinha sido o suficiente. O amor que lhe dera. Devia bastar. Não bastou. Teve medo da resposta. Não ousou perguntar.

Ele quis perguntar. Se ele, em suas imperfeições constantes e em seus erros cruéis, lhe dera, afinal, algum amor. Quis saber se ele era passível de sentir. Se ele podia. Não podia. Teve medo da resposta. Não ousou perguntar.

As palavras não saíram. Ambos haviam perdido, depois de tanto temp…

Feliz Dia dos Namorados!

Não vai doer, jurei para mim mesma. Não vai doer. Como se a gente tivesse mesmo controle do que dói e do que não dói. Eu espero que você saiba que eu não preciso de você para ser feliz. Até mesmo porque eu acho meio ridículo essas pessoas que precisam de outras para serem felizes. Mas seria tão bom se você quisesse ser feliz ao meu lado. Só que não vai doer. Não ter você do meu lado. Não vai.

É dia dos namorados, sabia? Você sabe. Você deve estar com uma dessas garotas tão lindas e perfeitas que você encontra e que nunca te preenchem. Já deve ter escolhido um presente qualquer e vai levar uma delas para um desses lugares cheios de gente e que ao mesmo tempo te fazem sentir tão sozinho. E eu fico me perguntando se eu deveria querer ser como elas para ter você. Ou se eu deveria querer acabar com o vazio que te enche. Ou se eu deveria simplesmente te deixar partir. Só que eu te deixei partir. Mas me deixei ir com você. E eu to fazendo falta aqui dentro, sabe?

E eu poderia estar me lament…
"E se você escolher ser de verdade, você tem que estar preparada. Porque eles vão pisar, ferir, machucar. Vão mentir. Vão falar absurdos de você. Vão zombar da sua esperança, caçoar dos seus sonhos e odiar sua ética. Então você tem que estar preparada. Porque vai doer."

Você lembra?

Chegava cedo na sala. As camisetas amarelinhas ainda não eram tantas. Sentava no meu lugar e esperava. Esperava meus amigos, mas no fundo sabia que estava esperando você. E você chegava atrasado com seu moicano perfeito que deveria ter demorado horas para ficar pronto. E eu babava. Porque tinha essa mania chata de te achar o garoto mais fantástico do universo. Tinha essa mania boba de achar mesmo que você era a última bolacha do pacote. 

Fiz de você mais do que deveria ter feito. Mas era difícil pensar nisso enquanto você me dava aquele beijo estalado no rosto. Era difícil pensar nisso enquanto me abraçava. Ou enquanto você segurava minha mão e fazia meu corpo inteiro tremer. E eu não sentia minhas pernas, mas sentia tanto meu coração.

Eu sonhando com você. E você pedindo a fulana em namoro. E eu achando que eu era mesmo pouca coisa pra você. Talvez se eu fosse mais alta, magra, interessante, loira. Talvez se eu fosse muito menos eu e um pouco mais ela. Talvez se você olhasse para quem …