Pular para o conteúdo principal

Por isso não te chamo mais de amor


Uma verdadeira alma gêmea é provavelmente a pessoa mais importante que você vai conhecer, porque elas derrubam as suas paredes e te acordam com um tapa.
Mas viver com uma alma gêmea para sempre?
Não.
Dói demais.
(Elizabeth Gilbert)




Você é minha alma gêmea. Todo mundo diz isso e vive falando sobre como nós combinamos, como temos tudo a ver, como nascemos um para o outro. Você é minha alma gêmea. E é exatamente por isso que nós nunca vamos ser "felizes para sempre” juntos.

Foi você quem me tirou da bolha em que eu vivia e me fez perceber que a vida é muito mais do que o conto de fadas que bolei para mim. Eu, sempre tão acostumada a manter meus pés distantes do chão, com você tive que fincá-los em algo firme para entender o que era um amor real.

Foi você que jogou na minha cara todas as minhas imperfeições, me disse que eu era infantil, imatura, irresponsável e egoísta. Foi com você que protagonizei minhas maiores brigas,  dei meus mais altos gritos e por você dediquei a maior quantidade de lágrimas.  Protagonizamos o relacionamento mais intenso e instável que todas as pessoas ao nosso redor já haviam visto. Porque éramos almas gêmeas.

Com você nunca foi calmo. Nunca conseguimos passar dias e dias na calmaria de um amor comum. Se estávamos bem, exalávamos um amor insuportável, que os outros ou amavam junto ou achavam ser falso. Se estávamos mal, não sabíamos disfarçar, não conseguíamos nem ficar perto um do outro, não dava para sorriso nenhum esconder nossas brigas.

Fui sua amiga, sua confidente, sua irmã, sua namorada e sua inimiga. Com uma velocidade surpreendente para quem acompanhou de fora. Achei que me casaria com você em um momento, que seria o pai dos meus filhos, e no segundo seguinte não te queria por perto nem pintado de ouro.

Você me obrigou a ver que nem todas as pessoas agiriam de acordo com minhas vontades. Que minhas expectativas têm que corresponder aquilo que eu passo aos outros, porque relacionamentos são vias de mão dupla. Que às vezes as pessoas não voltam depois de verem a porta batida na cara.

Você foi a pessoa que mais me fez crescer nesses vinte e poucos anos. E tudo isso porque, talvez, tenha sido a pessoa que eu mais amei também. É difícil falar isso sabendo que você já tem outra pessoa a seu lado, mas você foi o homem mais importante da minha vida. E isso não vai mudar mesmo que eu conheça outros milhares de homens. Foi você, a gente sabe.

Eu vivo a vida como se você não tivesse passado por ela, conheço outras pessoas e começo relacionamentos bem mais calmos que o nosso, bem menos intensos, nervosos e instáveis. Mas ainda me pergunto, sempre que esbarro com uma foto sua entre as minhas coisas: Será que ela te faz tão feliz como eu fiz? Será que as brigas de vocês te deixam tão mal quanto as nossas te deixavam?

Toda vez que te reencontro, ainda sinto uma sensação estranha, como se não estarmos juntos seja algo muito errado e injusto. Mas nós dois sabemos bem que não conseguiríamos viver juntos sem matar um ao outro.

Você é minha alma gêmea. E é por isso que não vamos acabar juntos no final.  E é por isso que você agora tem uma mulher calma e ideal ao seu lado, bem diferente de mim. E é por isso que nós não conseguimos mais ser os melhores amigos de antes. E é por isso que amanhã entro na Igreja e me caso com alguém que não é você.

Você é minha alma gêmea. Por isso não te chamo mais de amor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A história do fim de uma amizade

Você sentiu falta. Ligou, procurou, correu atrás. É estranho que isso tenha acontecido depois de tanto tempo. É estranho que tenha acontecido quando a alegria acabou, o namoro acabou, aquela sua maré ótima acabou. É estranho que você tenha buscado o colo e não a comemoração. Você sentiu falta, e eu queria que isso tivesse acontecido antes. Sentiu falta, e eu queria que eu voltasse a me importar com isso. 
Você veio, me abraçou, e teve um abismo enorme entre nossos dois corpos. A gente não soube o que falar, não soube até onde podia ir uma com a outra, não soube que novidades contar, não soube nada. Rimos aqui, ali, falamos aquele superficial que falamos com uma colega qualquer e depois nos perdemos em um silêncio que durou minutos, mas pareceu durar uma vida. 
Durou uma vida. Nossa amizade, tantos anos de risadas, de abraços, de choros, de lágrimas. E por isso é quase desumano soltar a mão de alguém que esteve com a mão entrelaçada na minha durante todo esse tempo. Mas acredito que nos …

Cansei de brincar de ser trouxa

Eu cansei das mensagens visualizadas e não respondidas. De ter que estar pronta pra quando você quisesse, mas nunca poder contar com sua presença quando eu queria. Eu cansei de ser sempre tudo do seu jeito, de mendigar sua atenção, de tentar me encaixar entre um horário e outro da sua agenda, de me esforçar pra caber nuns buraquinhos esquecidos da sua vida. 
Cansei das idas e vindas, cansei da falta de atitude, cansei das vezes em que você disse que eu era tudo o que você queria, só não era agora, só não era a hora. Eu cansei de escrever sobre você, de dizer que ia te esquecer, de voltar atrás, de tentar mais um pouco, de insistir mais um tanto. Eu cansei naquela noite em que você não voltou. Naquele silêncio em que a gente não dividiu. Na madrugada inteira que você não me aqueceu e eu morri de frio. 
Eu cansei depois daquele seu olhar vazio quando eu apareci de surpresa. Eu cansei de achar que era você, e era eu, você só não sabia. Porque, quando é, a gente sabe desde o começo. Eu cans…