Pular para o conteúdo principal

Depois de amanhã

Fonte: We Heart It 

Depois de amanhã eu te esqueço. Por hoje, ainda guardo mais um pouquinho você dentro de mim. Ainda releio a última mensagem que você me mandou. E visto a blusa que me deu em meu último aniversário. Falo de você com minhas amigas como se fôssemos voltar logo. Olho nossas fotos e continuo sorrindo. Falo para minha mãe que talvez você venha para o almoço no domingo. Por enquanto, deixo que eu me iluda de que nós ainda vamos escrever mais a nossa história. Deixo para te esquecer depois de amanhã.

Depois de amanhã viro essa página. Deleto seu número do meu celular e excluo seu perfil no Facebook. Mudo meu status para solteira e espero que meus amigos curtam, naquela atitude ridícula que a gente sempre condenou. Depois de amanhã paro de ver que amiga sua anda comentando em seu mural de um jeito vulgar. E curtindo todas as suas fotos. Por enquanto, me reservo o direito de continuar sentindo ciúme da sua ex-namorada que parece nunca entender que o namoro de vocês já acabou. Mas, olha só, agora o nosso namoro acabou também e eu sou a ex-namorada que não entende isso

Depois de amanhã falo para o seu amigo que você me perdeu para sempre. Decido que nunca mais te dou outra chance. Que você devia ter ligado enquanto era tempo. Por hoje, ainda é tempo. Ainda seguro meu celular na esperança de que você vá ligar arrependido. Ainda aviso minha mãe que se o telefone aqui de casa tocar é para ela atender correndo. Ainda deixo meu status no Facebook como "em um relacionamento sério". Ainda escondo das outras pessoas do mundo que eu e você não estamos mais juntos. 

Depois de amanhã eu escondo nossas fotos. Apago todas as suas mensagens. E finjo que estou bem. Por agora, ainda posso chorar e me arrepender de tudo aquilo que eu disse sem pensar. Por agora, ainda posso sofrer por cada ataque que você me fez sem também parar para pensar no quanto você me machucava. Depois de amanhã você não vai ser ninguém. Mas, por enquanto, continua sendo o único alguém que me importa

Depois de amanhã vai ficar tudo bem. Eu vou acordar, levantar, ir viver a minha vida como se nada tivesse acontecido. Vou dizer para meus colegas do trabalho, de um jeito discreto, que não sou mais sua namorada. Vou tirar a aliança e fazer de tudo para que reparem na minha mão. Vou sorrir muito, que é para ninguém acreditar que eu estou sofrendo por você. Depois de amanhã eu começo a vida sem você, mas por enquanto me deixa aqui na cama, abraçada ao urso de pelúcia que você me deu quando ainda éramos mais novos. 

Depois de amanhã eu vou embora, arranjo outro e fico mais feliz do que era com você. Fica aqui a promessa. O aviso, o alarme no seu ouvido antes que você me perca de vez. Presta atenção: depois de amanhã eu te esqueço. Aproveita enquanto é tempo. 

Comentários

Postar um comentário

Gostou do post? Deixa sua opinião ou sugestão de post aqui que a gente vai adorar ler! ;)

Postagens mais visitadas deste blog

A história do fim de uma amizade

Você sentiu falta. Ligou, procurou, correu atrás. É estranho que isso tenha acontecido depois de tanto tempo. É estranho que tenha acontecido quando a alegria acabou, o namoro acabou, aquela sua maré ótima acabou. É estranho que você tenha buscado o colo e não a comemoração. Você sentiu falta, e eu queria que isso tivesse acontecido antes. Sentiu falta, e eu queria que eu voltasse a me importar com isso. 
Você veio, me abraçou, e teve um abismo enorme entre nossos dois corpos. A gente não soube o que falar, não soube até onde podia ir uma com a outra, não soube que novidades contar, não soube nada. Rimos aqui, ali, falamos aquele superficial que falamos com uma colega qualquer e depois nos perdemos em um silêncio que durou minutos, mas pareceu durar uma vida. 
Durou uma vida. Nossa amizade, tantos anos de risadas, de abraços, de choros, de lágrimas. E por isso é quase desumano soltar a mão de alguém que esteve com a mão entrelaçada na minha durante todo esse tempo. Mas acredito que nos …

Querido namorado da minha ex-melhor amiga,

Ela chorou durante uma semana quando o primeiro cara quebrou o coração dela. E a gente passou o fim de semana vendo Diário de Uma Paixão e Um Amor Pra Recordar por vezes seguidas. A gente comeu brigadeiro, e tomou sorvete, e eu dei colo, e eu ouvi e limpei as lágrimas. Você não viu, porque você não tava lá, mas eu tava. 
Ela sofreu para escolher que faculdade iria fazer. E me fez ir a palestras e cursos com ela, mesmo que eu não estivesse interessada em nada daquilo. E me fez saber um pouco mais sobre as profissões que tava considerando. E pediu minha opinião milhões de vezes. E só decidiu o que iria prestar no vestibular aos quarenta e cinco do segundo tempo. Você não ficou nervoso com a ansiedade de ver se ela tinha passado na faculdade pública, mas eu fiquei. Porque você não tava lá, e eu tava. 
Ela conheceu um monte de babacas nos anos seguintes. E algumas vezes chorou, algumas vezes bebeu, algumas vezes disse que nunca mais ia ficar com cara nenhum. Algumas vezes ela só dormiu com …