10 de outubro de 2012

Você fez besteira e sabe disso



Don't tell me you're sorry
Don't tell me you're sorry, 'cause you're not
Baby, when I know you're only sorry you got caught
But you put on quite a show, really had me going
But now it's time to go, curtain's finally closing
That was quite a show, very entertaining
But it's over now
(Take a Bow - Rihanna)

Não dá mais. Eu ainda te amo e sou completamente louca por você, mas não dá mais. Não quero ouvir seus gritos de novo e já estou sem voz para gritar. Eu já entendi que chegou a hora de abandonar o barco e você devia entender isso também. Por mais que a gente possa se afogar no mar, eu prefiro buscar alguma boia perdida  e sair viva do que afundar em algo que demorei muito para construir, mas que me leva para o fundo.

Eu vou sair daqui e, provavelmente, chorar um dia inteiro abraçada ao meu travesseiro. Entenda, talvez doa mais em mim do que em você. Na realidade, dói muito mais em mim, com certeza. Afinal, você pode até carregar a culpa de ter estragado tudo, mas a decepção foi só minha e sou eu que tenho que lidar agora com a dor de ver desmoronar um relacionamento inteiro que eu sonhei para mim.

Eu abandonei um monte de coisas por você. Eu arrumei minhas malas e disse para minha mãe que eu estava indo morar com o amor da minha vida. Eu acreditei quando você disse que ficaríamos juntos para sempre. Eu fui brega e ridícula e aceitei viver uma vida de casada com você, crente que você estaria entrando nesse desafio ao meu lado.

Talvez eu tenha exigido mais de você do que deveria. Talvez eu tenha me entregado demais, rápido demais. Mas, escuta, você lembra que aquela música era nossa? Você lembra que você disse que eu era tudo o que você sempre havia procurado em uma garota? Você me apresentou para sua família e disse para o seu pai que ia me pedir em casamento no final desse ano. É, eu ouvi vocês dois conversando.

Você pediu para os seus amigos te ajudarem a procurar um apartamento maior, onde nós pudéssemos morar e começar a sonhar com os nossos filhos. Você fez direitinho o papel de quem investia tanto na relação quanto eu. E, por isso, eu deixei de ter medo de que você fosse me magoar, como todos os outros. Eu parei de te comparar a eles, porque nunca havia sido tão perfeito.

Eu devia ter desconfiado de tanta perfeição. Você se dedicou demais e fez de tudo para que eu nunca achasse que você não valia a pena. E eu achei que você valia tanto a pena que eu entreguei meu coração inteiro nas suas mãos, sem paraquedas, sem caixinha de primeiros socorros, e ainda embrulhado com um papel de presente rosa.

Você fez besteira. Você sabe disso. Eu vi que você sabia quando eu cheguei em casa, depois de terem me contado, e você me olhou com aquele ar de que sabia que havia estragado tudo. Eu não quis te ouvir, mas você gritou que eu não podia abandonar tudo assim, como se houvesse sido três dias e não três anos. Eu tive vontade de rir, mas só arrumei minha mala. Você continuou gritando, como se eu tivesse a obrigação de te perdoar. E eu gritei que eu queria. Eu queria te perdoar. Eu queria te dizer olha-vai-dar-para-esquecer-tudo. Mas aí eu lembrei e gritei que não foi uma vez, foi o último ano inteiro. 

Mandei que você ligasse para ela. Falei que deveria contar para ela que eu estava deixando o lugar vago.

O lugar tá vago e meu coração quebrado. Você fez besteira e estragou tudo. 


Tudo.




Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Você diz tudo em poucas palavras, foi como se eu estivesse lendo minha própria história. Eu fui embora e agora o meu lugar já foi ocupado. Nossa, parabéns, seus textos me tocam muito, são perfeitos.Queria saber se eu poderia postar um texto seu por mês no meu blog, com créditos e o que quiser. Seria uma honra, sério. Me avise!
    http://ch3rry-b0mb.blogspot.com.br/
    beijos (:

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixa sua opinião ou sugestão de post aqui que a gente vai adorar ler! ;)