Pular para o conteúdo principal

Eu cansei de você

Eu cansei porque você estava me pesando. Porque tem essa mania desesperadora de querer estar por perto, querer estar por dentro, querer se fazer presente. Eu cansei porque eu preciso de um espaço que você nunca me deu, mas que eu teimei em achar que dava. Eu cansei porque, finalmente, vi em você o que todo mundo dizia que eu ignorava. Porque você tem, sim, um lado muito bom, mas traz em mim sentimentos tão ruins que eu também não posso deixar de lado. Eu cansei de ter você 36 horas do meu dia, querendo adivinhar o que eu sinto, o que eu penso e o que eu não digo.

Eu cansei de discussões que nunca levaram a lugar nenhum. E de uma necessidade sua, e que eu acabei interiorizando, de querer sempre ganhar alguma espécie de batalha. Eu cansei de sair no braço e querer sair sempre por cima. Não sei que prêmio é esse que você quer tanto, mas tudo bem: você ganhou. Eu não quero disputar nada não.

Eu cansei de fingir que não vejo seus defeitos, mais do que vejo as coisas boas que eu via quando decidi insistir em você. Aliás, eu cansei de insistir em você. Cansei de ignorar cada vez em que você me fez mais mal do que bem. Eu cansei de relevar – essa mania que eu tenho de achar que tenho que aceitar tudo porque “é o jeito dele(a)”. Uma vez na vida eu tenho que entender que meu jeito não é ficar aguentando calada patadas de ninguém.

Eu cansei de você. Assim, de repente mesmo. Mas se você tivesse prestado bem atenção, veria que te dei todas as chances. Veria que ameacei ir embora muitas vezes, e resolvi ficar. Veria que relevei coisas demais. Se você se importasse de verdade, deixaria de lado essa necessidade de me tirar de algum suposto pódio e comemoraria minhas vitórias comigo. Se você tivesse reparado, veria o quanto me dói deixar de lado a sua mão por ter que fugir das suas facadas.

Eu cansei de você e eu não quero uma briga, não quero discutir a relação, nem quero ter que me explicar mil vezes, admitindo que sou um pouco a culpada da história. Eu quero um tempo – isso o que a gente fala quando quer terminar, mas não sabe como. Se for para ser bem sincera, eu quero o fim. Assim, divórcio, ponto final, partir para outra. E, dessa vez, talvez seja eu e não você. Talvez seja um pouco você e um tanto eu. Talvez só não dê para somar mais nada de bom e a conta tenha virado, de repente, uma subtração. Não sei. 

Só sei que eu cansei.

Comentários

  1. Giselle Schwindt3/11/13

    "Talvez só não dê para somar mais nada de bom e a conta tenha virado, de repente, uma subtração. Não sei." É isso! Amei <3

    ResponderExcluir
  2. Como sempre você arrasando no texto!

    Amei!! <3

    ResponderExcluir
  3. UAUuuu! Lindo, mas forte demais!
    Perfeita a forma como consegue expressar sua palavras e tocar no sentimento das pessoas...
    http://annagranado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Anna. Que bom que gostou ;)

      Excluir
  4. Talvez 'cansar' tenha sido a melhor coisa que me aconteceu. Arrasou, Ká <3

    ResponderExcluir
  5. "Eu quero um tempo – isso o que a gente fala quando quer terminar, mas não sabe como. Se for para ser bem sincera, eu quero o fim" - Suspeitando que você mandou alguém espionar minha vida '-' kkk
    Parabéns Ká :)
    obradoacaso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Serviu exatamente para o momento que estou vivendo agora! ameei arrasou!

    ResponderExcluir
  7. Seus textos são <3
    Seguido viu hahaa!

    Faz um visitinha?
    Cate-land.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Estou viciada nos seus textos...Lendo todos!!! Mando para minhas amigas e elas também adoram! Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Lindooooooooooooooooooo! Meio que me identifiquei com o texto! Transcreveu meus sentimentos em palavras. Obrigada *-*

    ResponderExcluir
  10. meu deus, nunca comentei aqui mas sou seriamente viciada no se blog! quando eu crescer quero escrever igual você (mas a gente deve ter a mesma idade, e escrever igual nunca é uma coisa boa, mas vc entendeu né? rs)
    seus textos me inspiraram a tirar umas velharias que eu tinha guardado bem escondido e publicar em um blog tb. eu sei que é chato pedir e blablabla mas se alguma hora vc estiver ai sem fazer nada, passa lá? http://curly-moments.blogspot.com.br/

    e obrigada pela inspiração! you rock!

    ResponderExcluir
  11. Seu poder de escrever "pra todo mundo" é incrível, amei o texto!

    ResponderExcluir
  12. Karine, nossa que texto lindo! Fiz um blogroll indicando seu blog -que eu amo-, aqui: http://destina-r.blogspot.com.br/2013/11/oi-fios-tudo-bem-entao-eu-voltei-e.html

    ResponderExcluir
  13. Amo seu blog Lindonaa!! seus textos são completamente demais.. Muito sucesso pra ti
    http://umtomdiferente.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Seu blog é show!!! Parabéns

    ResponderExcluir
  15. Tenho que confessar que estou apaixonada, tanto que ate me motivou a escrever alguma coisa rs.. nada tão bom quanto o que você escreve!
    Quem sabe um dia eu chego la (:
    Parabéns linda.
    http://lolivers.blogspot.com.br/2013/12/baseado-em-fatos-reais.html

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gostou do post? Deixa sua opinião ou sugestão de post aqui que a gente vai adorar ler! ;)

Postagens mais visitadas deste blog

A história do fim de uma amizade

Você sentiu falta. Ligou, procurou, correu atrás. É estranho que isso tenha acontecido depois de tanto tempo. É estranho que tenha acontecido quando a alegria acabou, o namoro acabou, aquela sua maré ótima acabou. É estranho que você tenha buscado o colo e não a comemoração. Você sentiu falta, e eu queria que isso tivesse acontecido antes. Sentiu falta, e eu queria que eu voltasse a me importar com isso. 
Você veio, me abraçou, e teve um abismo enorme entre nossos dois corpos. A gente não soube o que falar, não soube até onde podia ir uma com a outra, não soube que novidades contar, não soube nada. Rimos aqui, ali, falamos aquele superficial que falamos com uma colega qualquer e depois nos perdemos em um silêncio que durou minutos, mas pareceu durar uma vida. 
Durou uma vida. Nossa amizade, tantos anos de risadas, de abraços, de choros, de lágrimas. E por isso é quase desumano soltar a mão de alguém que esteve com a mão entrelaçada na minha durante todo esse tempo. Mas acredito que nos …

Querido namorado da minha ex-melhor amiga,

Ela chorou durante uma semana quando o primeiro cara quebrou o coração dela. E a gente passou o fim de semana vendo Diário de Uma Paixão e Um Amor Pra Recordar por vezes seguidas. A gente comeu brigadeiro, e tomou sorvete, e eu dei colo, e eu ouvi e limpei as lágrimas. Você não viu, porque você não tava lá, mas eu tava. 
Ela sofreu para escolher que faculdade iria fazer. E me fez ir a palestras e cursos com ela, mesmo que eu não estivesse interessada em nada daquilo. E me fez saber um pouco mais sobre as profissões que tava considerando. E pediu minha opinião milhões de vezes. E só decidiu o que iria prestar no vestibular aos quarenta e cinco do segundo tempo. Você não ficou nervoso com a ansiedade de ver se ela tinha passado na faculdade pública, mas eu fiquei. Porque você não tava lá, e eu tava. 
Ela conheceu um monte de babacas nos anos seguintes. E algumas vezes chorou, algumas vezes bebeu, algumas vezes disse que nunca mais ia ficar com cara nenhum. Algumas vezes ela só dormiu com …