Pular para o conteúdo principal

Carta para Ana

Eu te achei uma patricinha na primeira vez em que te vi. Tudo bem, você também não foi muito com a minha cara e teve ciúmes de mim. Ali, na primeira vez em que nossos caminhos se cruzaram, eu nunca achei que você fosse acabar entrando pra ficar. A vida nem sempre avisa: ó, segura, que essa daí é uma daquelas amizades eternas. Mas a vida nem precisou avisar. Você foi – e é – uma das pessoas mais importantes da minha história até aqui.

Eu não sei direito como aconteceu, mas de repente você virou parte de tudo. De repente você entrou na minha casa, na minha rotina, nos meus rolês e na minha família. Não sei dizer: “Começou assim...”. Mas espero que um dia dê pra olhar para trás e dizer: “Acabou com a gente bem velhinha...”.

Você não é muito de ler meus textos, porque eu detesto amigo que se sente obrigado a ler tudo que eu escrevo só por amizade, daí nem divulgo muito nada. Mas, dessa vez, eu achei que você merecia. Porque este é um ano que talvez seja difícil – para mim e para você. A gente cresceu, né? Acontece...

Então aqui vão algumas coisas que você não deve esquecer em 2014: você é incrível. Uma amiga daquelas que a gente não quer perder por nada. Que nem sempre dá pra encontrar, sair, ver sempre, mas que a gente sabe que não muda mesmo depois de muito tempo. Você é capaz de chegar aonde quiser – eu sei bem o quanto você é insistente, esforçada, competente, perfeccionista e aplicada.  Não tem muito como a vida não te recompensar por tudo isso. E, por último e mais importante: eu amo você. Acho que, de vez em quando, é bom lembrar. Sabe? Para as pessoas saberem que elas sempre terão um espaço na nossa vida, nos nossos planos e no nosso coração.

Não deixe ninguém te fazer acreditar que você não vai chegar longe, Ana. Não deixe nunca a vida te desanimar. Os obstáculos? Coitados, eles não sabem com quem estão mexendo. Vá fundo, vá em frente e vá aonde desejar. Quanto a mim, continuarei aqui...o tempo que você quiser.

(E  mesmo quando você não me quiser mais também).


Para uma das minhas melhores amigas



Comentários

  1. Anônimo10/1/14

    Que lindo amiga!!! Quantas homenagens, não sei nem oq dizer, só tenho a agradecer por sua amizade!!! Começou no colégio em que vivíamos juntas praticamente 24h, era escola, inglês, ginástica, viagem td junto rsrs, depois veio a faculdade e cada uma seguiu um lado e já não conseguíamos nos ver com tanta frequência, mas isso não nos impediu de continuar com nossa amizade, quando nos víamos era como se estivéssemos todos os dia juntas e agora que viramos oficialmente adultas hahah, vamos continuar cultivando essa amizade, que 2014 seja um ano de muitos encontros e viagens maravilhosas para nós. Você faz parte da minha família e estarei sempre aqui para o que precisar, te amo!!

    ResponderExcluir
  2. Perfeito que declaração linda, é bom ver que existem muitas amizades ainda na vida em que vale a pena tentar, desejo que vocês duas consigam suas conquistas e nunca esqueça uma da outra, pois amizades bonitas são assim mesmo longe sentimos estar perto. Boa sorte a vocês e que essa amizade continue como a Karine Rosa mesmo disse, até vocês duas ficarem velhinhas!
    Xoxo :* ♥ Dz.
    http://coisasdedz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que lindo, Karine! Não é fácil ter amizades assim ao longo da vida e poder ter alguém para qualquer momento é maravilhoso. Que a amizade de vocês cresça cada vez mais e que a cada novo encontro pareça que não tenha se passado um dia.

    Ah, obrigada, ainda que indiretamente, pelo incentivo final! haha
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, Ká! Caramba, que saudades de vir aqui que eu estava. Às vezes tô tão na correria que não encontro tempo pra comentar, mas sempre que posso venho aqui pra te ler. Eu ando com uma vontade de escrever uma "carta" pra uma amiga. Uma ex-amiga, na verdade. Ler esse seu texto meu deu uma forcinha pra isso. Beijos, bonita. Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marie linda!
      Cê sabe quanto eu amo seu blog, né? Também tenho que te visitar por lá e ver os textos novos. <3

      Excluir
  5. Que texto lindo, é tão bonito ver uma amizade assim. Infelizmente eu não tive a sorte de ter uma melhor amiga ou amigo, que realmente estivesse ao meu lado pra tudo. Minhas amizades sempre foram curtas e as duradouras foram perdendo a essência com o passar do tempo. Acho que sou fácil de fazer amizade, mas difícil de mantê-la. Enquanto isso ainda vou tentando cultivar algumas amizades por aí, mas tenho medo de me decepcionar de novo. Lindo texto e lindo blog. Beijos.

    http://esfriouocafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você encontre uma amiga assim algum dia, Mayara :D

      Beijos

      Excluir
  6. Muito lindo o texto, sua amiga deve estar orgulhosa!
    Beijos
    http://blogdabellas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Lindo o texto!
    Ka, o blog tá lindo. Já estou seguindo haha.
    Passa lá no meu: http://laschicasrr.blogspot.com/
    Bjão

    ResponderExcluir
  8. Anônimo16/1/14

    Lindo blog, lindos textos ♥ Te desejo muito sucesso na sua carreira =)

    ResponderExcluir
  9. Tenho certeza que ela ficou muito feliz em ler isso *-*
    te seguindo...

    ResponderExcluir
  10. Nossa... parece que esse texto foi escrito por mim para minha melhor amiga, me identifiquei muito!
    parabéns, adorei o blog!
    Beijos,
    http://imperfeitasperfeitas.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gostou do post? Deixa sua opinião ou sugestão de post aqui que a gente vai adorar ler! ;)

Postagens mais visitadas deste blog

A história do fim de uma amizade

Você sentiu falta. Ligou, procurou, correu atrás. É estranho que isso tenha acontecido depois de tanto tempo. É estranho que tenha acontecido quando a alegria acabou, o namoro acabou, aquela sua maré ótima acabou. É estranho que você tenha buscado o colo e não a comemoração. Você sentiu falta, e eu queria que isso tivesse acontecido antes. Sentiu falta, e eu queria que eu voltasse a me importar com isso. 
Você veio, me abraçou, e teve um abismo enorme entre nossos dois corpos. A gente não soube o que falar, não soube até onde podia ir uma com a outra, não soube que novidades contar, não soube nada. Rimos aqui, ali, falamos aquele superficial que falamos com uma colega qualquer e depois nos perdemos em um silêncio que durou minutos, mas pareceu durar uma vida. 
Durou uma vida. Nossa amizade, tantos anos de risadas, de abraços, de choros, de lágrimas. E por isso é quase desumano soltar a mão de alguém que esteve com a mão entrelaçada na minha durante todo esse tempo. Mas acredito que nos …

Querido namorado da minha ex-melhor amiga,

Ela chorou durante uma semana quando o primeiro cara quebrou o coração dela. E a gente passou o fim de semana vendo Diário de Uma Paixão e Um Amor Pra Recordar por vezes seguidas. A gente comeu brigadeiro, e tomou sorvete, e eu dei colo, e eu ouvi e limpei as lágrimas. Você não viu, porque você não tava lá, mas eu tava. 
Ela sofreu para escolher que faculdade iria fazer. E me fez ir a palestras e cursos com ela, mesmo que eu não estivesse interessada em nada daquilo. E me fez saber um pouco mais sobre as profissões que tava considerando. E pediu minha opinião milhões de vezes. E só decidiu o que iria prestar no vestibular aos quarenta e cinco do segundo tempo. Você não ficou nervoso com a ansiedade de ver se ela tinha passado na faculdade pública, mas eu fiquei. Porque você não tava lá, e eu tava. 
Ela conheceu um monte de babacas nos anos seguintes. E algumas vezes chorou, algumas vezes bebeu, algumas vezes disse que nunca mais ia ficar com cara nenhum. Algumas vezes ela só dormiu com …