10 de novembro de 2015

Nossas Memórias

Estava organizando meus e-mails quando, sem querer, encontrei este link com um texto-vídeo que fiz para participar de uma promoção em 2013. Aí me perguntei por que nunca resolvi compartilhar este vídeo com ninguém. Afinal, não é das melhores coisas que já fiz, mas também não é das piores. Por isto, resolvi postar aqui pra ver o que vocês acham. Vou transcrever o texto abaixo também para quem não quiser ver o vídeo.





Eu vejo você na vista da janela do nosso quarto. E na tomada que nunca arrumou. 

Eu vejo você na cafeteira, na pia da cozinha e no sofá. 
E nos minutos de um tempo que não volta atrás. 

Tem um pouco de você em cada canto e um canto de nós dois em cada história. 

Já reli suas cartas um milhão de vezes e revivi nossas lembranças em centenas de tentativas de ter você pra mim. 

Vou tentando sobreviver enquanto entendo como é a vida sem você. 

Não tem você na minha cama, não tem chama, nem calor. 

Só tem você guardado nas minhas memórias inconsoláveis, me fazendo relembrar o que é o AMOR. 


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Você é maravilhosa, juro. Sou encantada pelos seus textos. Parabéns <3 nunca pare!
    Beijinhos,
    Duda www.ensaiopoetico.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Duda, que amor de comentario! <3 Muito obrigada mesmo, MESMO! <3

      Excluir

Gostou do post? Deixa sua opinião ou sugestão de post aqui que a gente vai adorar ler! ;)